unidades

Moda

A moda como fenômeno social

Por que estudar essa disciplina?

Quando falamos em moda, podemos pensar em roupas, consumo, tendências, futilidades, beleza, padrões, relações de inclusão e exclusão, representatividade, trabalho, arte e muitos outros pontos de análise interessantes. A importância da moda vai além de seu papel no mercado de consumo, além da sua relação com a construção de nossas identidades, da reprodução e atualização de símbolos culturais. A moda é um fenômeno social que não pode ser dissociado do processo histórico e dos fenômenos sociais que envolvem nossa comunidade, seja em escala global ou mesmo em escala local, com tendências de uso de roupas e acessórios que se proliferam em nossas cidades, bairros, e até em nossa escola.

Nesse curso, pretendemos aprofundar a análise da moda em um rico e diverso campo temático, promovendo o entendimento da sua relevância como parte de um complexo cultural que envolve a formação de nossas identidades e personalidades, bem como mudanças sociais e históricas. Pretendemos, com isso, estimular nos alunos o desenvolvimento de capacidade analítica autônoma para avaliar suas escolhas no âmbito do consumo, e a relação das ofertas e tendências de moda com o contexto histórico e social.

Quem são os estudantes desse curso e o que se espera deles?

De maneira geral, o perfil esperado do aluno que se interessa por esse curso inclui a curiosidade e a inquietação no que tange ao seu olhar sobre o mundo. Ainda que não se tratem de características relacionadas exclusivamente ao tema tratado, o aluno que se interessa por cursar essa disciplina eletiva é aquele para quem respostas curtas, superficiais e de senso comum parecem insuficientes. Nesse sentido, o aluno deve ter interesse em compreender a moda como um fenômeno social abrangente e relevante, que afeta a todos os indivíduos, de múltiplas e diversas maneiras.

Neste ínterim, o aluno deve ter interesse em compreender a relação entre a moda, as formas de consumo e os motivos que nos levam a consumir, além das consequências desse consumo para o meio ambiente, bem como para a formação das nossas personalidades e a construção dos nossos gostos e costumes.

Espera-se, ainda, o interesse por buscar conhecimentos e participar de debates que envolvem temas contemporâneos, como o conceito de apropriação cultural e a questão da degradação do trabalho no contexto global da indústria da moda, que inclui desde as chamadas fast-fashions até a indústria de artigos esportivos e de luxo, passando pelo mercado global de falsificações.

Objetivos globais da disciplina

O curso tem como objetivo introduzir o tema da moda como fenômeno social, demonstrando as relações da moda com fatos históricos, movimentos sociais, mudanças comportamentais, relações de trabalho e impactos do consumo em nossa sociedade. Além desse panorama, serão trabalhadas ainda relações da moda com a construção de identidades, de padrões estéticos, a distinção e o habitus, as artes e a cultura de massa.

A partir dessa imersão em informações e debates acerca do tema, o objetivo é que os alunos construam a capacidade autônoma de enxergarem fenômenos sociais para além das aparências, buscando informações e estabelecendo relações entre diferentes aspectos da vida em sociedade. A moda, nesse sentido, pode nos dizer muito mais sobre a nossa história, nosso comportamento e nossa cultura do que supõe quem a considera mera expressão da superficialidade.

Aprendizados de longo prazo (ALP)

Estimular e construir junto aos alunos capacidade crítica e autônoma para que os mesmos possam desenvolver análises que ultrapassem a camada superficial e de senso comum sobre o assunto.

Desenvolver a compreensão da moda como fenômeno social em diferentes escalas.

Estimulá-los a relacionar diferentes processos históricos e sociais aos costumes ligados à moda e ao consumo.

Desenvolver a capacidade de desconstrução de padrões, costumes e tendências, de modo que possam compreender as origens destes e ponderar, de maneira crítica e autônoma, suas consequências para o mundo e para a vida dos indivíduos.

Desenvolver o entendimento do gosto como uma construção social, bem como das formas como mecanismos de distinção afetam nossas relações sociais e nosso consumo.

Sobre a professora da disciplina

A professora Claudia Bourseau é cientista social formada pela UFRJ e, atualmente, é professora de sociologia no De A a Z e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da mesma universidade. Fez parte do programa de inciação à docência (PIBID / CAPES) Clique Sociológico, sobre a utilização de recursos de imagem no ensino de sociologia, com o qual foi ganhadora do prêmio de melhor comunicação por poster, no 4º ENSOC (Encontro Estadual de Ensino de Sociologia). É autora do artigo Uma Perspectiva Crítica Sobre a Moda e o Consumo, publicado na Revista Sociologia, no qual traçou um panorama sobre os estudos antropológicos e sociológicos acerca das diversas formas de trocas sociais, bem como os mecanismos de distinção e o universo do consumo. Estudou Antropologia da Moda e do Consumo, tendo desenvolvido amplo interesse e aprofundamento sobre a moda como um fenômeno social muito identificado com estudos sociais, culturais, históricos e ambientais.

A estrutura da disciplina:

 

Aula 1 – Moda e História – Ícones Fashion e Fatos Históricos

Objetivos específicos da aula

  • Introdução do panorama histórico da moda
  • Apresentação breve de uma linha do tempo com imagens de momentos históricos de transformações sociais ligadas à moda

 

Atividades da aula

  • Apresentação de slides com imagens e informações sobre os seguintes marcos históricos:
    • Era Vitoriana – Tatuagens femininas e Barbas masculinas
    • Belle Époque – Coco Chanel, o banimento dos corsets e novos padrões estéticos
    • 1ª Guerra Mundial e a Mulher no Mercado de Trabalho – praticidade e simplicidade das roupas
    • Anos 50 e a propaganda da volta da mulher “ao lar” – baby boom, feminilidade versus direitos recém-adquiridos e a imagem da dona de casa perfeita
    • Iniciar debate sobre a relação entre as mudanças apresentadas no panorama histórico e questões sociais ligadas ao comportamento e às relações de gênero, introduzindo e motivando os alunos quanto ao tema da próxima aula.

 

Aula 2 – Moda e História – Política, Movimentos Sociais e Mudanças Comportamentais

Objetivos específicos da aula

  • Relacionar mudanças na moda à mudanças comportamentais na sociedade 
  • Apresentar movimentos sociais, suas questões e tensões 
  • Demonstrar diferentes funções da moda no contexto dos movimentos, como ferramenta de luta ou como expressão, seja de demandas, seja de conquistas 

Atividades da aula

  • Aula expositiva com apresentação de trechos de filmes, registros históricos de jornais e videoclipes sobre: 
    • A passagem do século XVIII para o século XIX – As Sufragistas
    • Anos 60 – A década libertária: da minissaia e movimento Hippie e Woodstock
    • Moda, Rebeldia e Transgressão - Movimento Punk, a influência Rocker e a moda Grunge
    • Zuzu Angel – O desfile histórico como manifestação contra a Ditadura Militar no Brasil

 

Aula 3 – Moda no Mundo da Arte - Artes Plásticas, Música, Cinema e Cultura de Massa

Objetivos específicos da aula

  • Perceber a presença da moda em diferentes manifestações culturais presentes em nossa sociedade
  • Compreender as dimensões e fronteiras entre as artes e culturas e a publicidade na indústria da moda e do consumo

Atividades da aula

  • Apresentação, em slides, de referências de movimentos e expressões artísticas e suas relações com a moda:
    • Moda Impressionista
    • Ícones do Cinema – Audrey Hepburn, Marilyn Monroe, Grace Kelly, James Dean,
    • Cultura Hip Hop
    • Cena Musical Brasileira Retratando Tendências – Das Ombreiras ao Funk Ostentação (80, 90 e 2000)
    • Estudo de caso: Supreme e as roupas de "mil dóls"
  • Trendsetters ontem e hoje: Revistas de Moda, Blogueiras fashion e o Instagram
    • Os alunos deverão indicar referências quando a consumo, gostos e comportamento no showbizz atual
    • A partir das personalidades indicadas pelos alunos, discutir as dimensões da influência e as questões em torno das redes sociais como um mercado de comercialização dessa influência: as postagens publicitárias em perfis de famosos.

 

Aula 4 – Moda como Construção Social

Objetivos específicos da aula

  • Introduzir conceitos de Pierre Bourdieu e George Simmel
  • Apresentar dois fenômenos de consumo: o bubble up e o trickle down
  • Trabalhar a ideia de Demandas Manufaturadas

Atividades da aula

  • Introdução teórica da moda e da construção dos gostos como mecanismos de Distinção Social, e o conceito de Habitus (introdução às teorias de Simmel e Bourdieu)
  • Apresentação dos fenômenos de consumo - Trickle Down e Bubble Up -  com exibição do trecho de O diabo veste Prada, em que a personagem Miranda Priestly explica o Trickle Down
  • Discussão sobre a ideia de Demanda Manufaturada e a construção contínua de novas necessidades de consumo, com exibição de vídeo curto sobre a demanda manufaturada de água engarrafada nos EUA e debate sobre o processo na moda e no consumo dos jovens – roupas, acessórios, tecnologia, dentre outros

Aula 5 – Moda na Construção de Identidades e Apropriação Cultural

Objetivos específicos da aula

  • Desenvolver a relação entre a moda e a construção de identidades
  • Compreender como a moda pode ser expressão de resistência em casos de culturas subjugadas

Atividades da aula:

  • Apresentação teórica, com uso de slides, sobre a moda como expressão da individualidade e seu papel na construção da personalidade
  • Realização de um estudo de caso:
    • Socialização, Interação e Pertencimento no uso de uniformes
  • Apresentação de diferentes casos em que a moda aparece como expressão de resistência em relação a identidades culturais e étnicas
    • Turbantes, burcas e hijabs
  • Introdução ao conceito de Apropriação Cultural e Debate:

Em tempos de Culturas Híbridas, é viável combater a apropriação cultural?

Aula 6 – Moda e Trabalho – Escravidão e mercado internacional + Novas Formas de Consumo, Democratização e Desconstrução de Padrões

Objetivos específicos da aula

  • Apresentar os problemas contemporâneos nas relações de trabalho da cadeia produtiva internacional da indústria da moda
  • Relacionar os problemas apresentados às demandas manufaturadas, às tendências de moda e ao consumismo
  • Compreender como padrões são construções sociais e devem ser entendidos conforme contexto histórico e social no qual são reproduzidos
  • Apresentar e estimular o desenvolvimento de alternativas para as formas de consumo que se apresentem como nocivas

 

Atividades da aula

  • Apresentação do conceito de Trabalho Precarizado
  • Apresentação das relações entre o trabalho escravo moderno e a indústria fashion:
    • Estudo de casos internacionais - Nike, Zara, Wal-Mart e Primark

Atividade (com duração aproximada de 30 minutos): Os alunos devem dividir-se em grupos e pesquisar, em seus smartphones, reportagens sobre os casos acima, apresentando-os para a turma (imagens sobre cada caso serão separadas previamente pela professora e projetadas no momento de cada apresentação)

  • Mini Cine Debate com trechos da série Sweatshop, na qual blogueiras de moda são levadas para o Camboja para trabalharem na indústria precarizada de produção de roupas 
  • Apresentação, com uso de imagens e projeção de slides, de novas ou crescentes tendências de consumo na moda contemporânea:
    • Moda genderless
    • Mercado plus size
    • Sustentabilidade
    • Trocas e Brechós pela internet
    • Economia Criativa e o movimento “Compro de quem faz”

 

Disciplina Optativa: A Moda como Fenômeno Social

 

Por que estudar essa disciplina?

Quando falamos em moda, podemos pensar em roupas, consumo, tendências, futilidades, beleza, padrões, relações de inclusão e exclusão, representatividade, trabalho, arte e muitos outros pontos de análise interessantes. A importância da moda vai além de seu papel no mercado de consumo, além da sua relação com a construção de nossas identidades, da reprodução e atualização de símbolos culturais. A moda é um fenômeno social que não pode ser dissociado do processo histórico e dos fenômenos sociais que envolvem nossa comunidade, seja em escala global ou mesmo em escala local, com tendências de uso de roupas e acessórios que se proliferam em nossas cidades, bairros, e até em nossa escola.

Nesse curso, pretendemos aprofundar a análise da moda em um rico e diverso campo temático, promovendo o entendimento da sua relevância como parte de um complexo cultural que envolve a formação de nossas identidades e personalidades, bem como mudanças sociais e históricas. Pretendemos, com isso, estimular nos alunos o desenvolvimento de capacidade analítica autônoma para avaliar suas escolhas no âmbito do consumo, e a relação das ofertas e tendências de moda com o contexto histórico e social.

Quem são os estudantes desse curso e o que se espera deles?

De maneira geral, o perfil esperado do aluno que se interessa por esse curso inclui a curiosidade e a inquietação no que tange ao seu olhar sobre o mundo. Ainda que não se tratem de características relacionadas exclusivamente ao tema tratado, o aluno que se interessa por cursar essa disciplina eletiva é aquele para quem respostas curtas, superficiais e de senso comum parecem insuficientes. Nesse sentido, o aluno deve ter interesse em compreender a moda como um fenômeno social abrangente e relevante, que afeta a todos os indivíduos, de múltiplas e diversas maneiras.

Neste ínterim, o aluno deve ter interesse em compreender a relação entre a moda, as formas de consumo e os motivos que nos levam a consumir, além das consequências desse consumo para o meio ambiente, bem como para a formação das nossas personalidades e a construção dos nossos gostos e costumes.

Espera-se, ainda, o interesse por buscar conhecimentos e participar de debates que envolvem temas contemporâneos, como o conceito de apropriação cultural e a questão da degradação do trabalho no contexto global da indústria da moda, que inclui desde as chamadas fast-fashions até a indústria de artigos esportivos e de luxo, passando pelo mercado global de falsificações.

Objetivos globais da disciplina

O curso tem como objetivo introduzir o tema da moda como fenômeno social, demonstrando as relações da moda com fatos históricos, movimentos sociais, mudanças comportamentais, relações de trabalho e impactos do consumo em nossa sociedade. Além desse panorama, serão trabalhadas ainda relações da moda com a construção de identidades, de padrões estéticos, a distinção e o habitus, as artes e a cultura de massa.

A partir dessa imersão em informações e debates acerca do tema, o objetivo é que os alunos construam a capacidade autônoma de enxergarem fenômenos sociais para além das aparências, buscando informações e estabelecendo relações entre diferentes aspectos da vida em sociedade. A moda, nesse sentido, pode nos dizer muito mais sobre a nossa história, nosso comportamento e nossa cultura do que supõe quem a considera mera expressão da superficialidade.

Aprendizados de longo prazo (ALP)

Estimular e construir junto aos alunos capacidade crítica e autônoma para que os mesmos possam desenvolver análises que ultrapassem a camada superficial e de senso comum sobre o assunto.

Desenvolver a compreensão da moda como fenômeno social em diferentes escalas.

Estimulá-los a relacionar diferentes processos históricos e sociais aos costumes ligados à moda e ao consumo.

Desenvolver a capacidade de desconstrução de padrões, costumes e tendências, de modo que possam compreender as origens destes e ponderar, de maneira crítica e autônoma, suas consequências para o mundo e para a vida dos indivíduos.

Desenvolver o entendimento do gosto como uma construção social, bem como das formas como mecanismos de distinção afetam nossas relações sociais e nosso consumo.

Sobre a professora da disciplina

A professora Claudia Bourseau é cientista social formada pela UFRJ e, atualmente, é professora de sociologia no De A a Z e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da mesma universidade. Fez parte do programa de inciação à docência (PIBID / CAPES) Clique Sociológico, sobre a utilização de recursos de imagem no ensino de sociologia, com o qual foi ganhadora do prêmio de melhor comunicação por poster, no 4º ENSOC (Encontro Estadual de Ensino de Sociologia). É autora do artigo Uma Perspectiva Crítica Sobre a Moda e o Consumo, publicado na Revista Sociologia, no qual traçou um panorama sobre os estudos antropológicos e sociológicos acerca das diversas formas de trocas sociais, bem como os mecanismos de distinção e o universo do consumo. Estudou Antropologia da Moda e do Consumo, tendo desenvolvido amplo interesse e aprofundamento sobre a moda como um fenômeno social muito identificado com estudos sociais, culturais, históricos e ambientais.

A estrutura da disciplina:

 

Aula 1 – Moda e História – Ícones Fashion e Fatos Históricos

Objetivos específicos da aula

         Introdução do panorama histórico da moda

         Apresentação breve de uma linha do tempo com imagens de momentos históricos de transformações sociais ligadas à moda

 

Atividades da aula

         Apresentação de slides com imagens e informações sobre os seguintes marcos históricos:

         Era Vitoriana – Tatuagens femininas e Barbas masculinas

         Belle Époque – Coco Chanel, o banimento dos corsets e novos padrões estéticos

         1ª Guerra Mundial e a Mulher no Mercado de Trabalho – praticidade e simplicidade das roupas

         Anos 50 e a propaganda da volta da mulher “ao lar” – baby boom, feminilidade versus direitos recém-adquiridos e a imagem da dona de casa perfeita

         Iniciar debate sobre a relação entre as mudanças apresentadas no panorama histórico e questões sociais ligadas ao comportamento e às relações de gênero, introduzindo e motivando os alunos quanto ao tema da próxima aula.

 

Aula 2 – Moda e História – Política, Movimentos Sociais e Mudanças Comportamentais

Objetivos específicos da aula

         Relacionar mudanças na moda à mudanças comportamentais na sociedade 

         Apresentar movimentos sociais, suas questões e tensões 

         Demonstrar diferentes funções da moda no contexto dos movimentos, como ferramenta de luta ou como expressão, seja de demandas, seja de conquistas 

Atividades da aula

         Aula expositiva com apresentação de trechos de filmes, registros históricos de jornais e videoclipes sobre: 

         A passagem do século XVIII para o século XIX – As Sufragistas

         Anos 60 – A década libertária: da minissaia e movimento Hippie e Woodstock

         Moda, Rebeldia e Transgressão - Movimento Punk, a influência Rocker e a moda Grunge

         Zuzu Angel – O desfile histórico como manifestação contra a Ditadura Militar no Brasil

 

Aula 3 – Moda no Mundo da Arte - Artes Plásticas, Música, Cinema e Cultura de Massa

Objetivos específicos da aula

         Perceber a presença da moda em diferentes manifestações culturais presentes em nossa sociedade

         Compreender as dimensões e fronteiras entre as artes e culturas e a publicidade na indústria da moda e do consumo

Atividades da aula

         Apresentação, em slides, de referências de movimentos e expressões artísticas e suas relações com a moda:

         Moda Impressionista

         Ícones do Cinema – Audrey Hepburn, Marilyn Monroe, Grace Kelly, James Dean,

         Cultura Hip Hop

         Cena Musical Brasileira Retratando Tendências – Das Ombreiras ao Funk Ostentação (80, 90 e 2000)

         Estudo de caso: Supreme e as roupas de "mil dóls"

         Trendsetters ontem e hoje: Revistas de Moda, Blogueiras fashion e o Instagram

         Os alunos deverão indicar referências quando a consumo, gostos e comportamento no showbizz atual

         A partir das personalidades indicadas pelos alunos, discutir as dimensões da influência e as questões em torno das redes sociais como um mercado de comercialização dessa influência: as postagens publicitárias em perfis de famosos.

 

Aula 4 – Moda como Construção Social

Objetivos específicos da aula

         Introduzir conceitos de Pierre Bourdieu e George Simmel

         Apresentar dois fenômenos de consumo: o bubble up e o trickle down

         Trabalhar a ideia de Demandas Manufaturadas

Atividades da aula

         Introdução teórica da moda e da construção dos gostos como mecanismos de Distinção Social, e o conceito de Habitus (introdução às teorias de Simmel e Bourdieu)

         Apresentação dos fenômenos de consumo - Trickle Down e Bubble Up -  com exibição do trecho de O diabo veste Prada, em que a personagem Miranda Priestly explica o Trickle Down

         Discussão sobre a ideia de Demanda Manufaturada e a construção contínua de novas necessidades de consumo, com exibição de vídeo curto sobre a demanda manufaturada de água engarrafada nos EUA e debate sobre o processo na moda e no consumo dos jovens – roupas, acessórios, tecnologia, dentre outros

Aula 5 – Moda na Construção de Identidades e Apropriação Cultural

Objetivos específicos da aula

         Desenvolver a relação entre a moda e a construção de identidades

         Compreender como a moda pode ser expressão de resistência em casos de culturas subjugadas

Atividades da aula:

         Apresentação teórica, com uso de slides, sobre a moda como expressão da individualidade e seu papel na construção da personalidade

         Realização de um estudo de caso:

         Socialização, Interação e Pertencimento no uso de uniformes

         Apresentação de diferentes casos em que a moda aparece como expressão de resistência em relação a identidades culturais e étnicas

         Turbantes, burcas e hijabs

         Introdução ao conceito de Apropriação Cultural e Debate:

Em tempos de Culturas Híbridas, é viável combater a apropriação cultural?

Aula 6 – Moda e Trabalho – Escravidão e mercado internacional + Novas Formas de Consumo, Democratização e Desconstrução de Padrões

Objetivos específicos da aula

         Apresentar os problemas contemporâneos nas relações de trabalho da cadeia produtiva internacional da indústria da moda

         Relacionar os problemas apresentados às demandas manufaturadas, às tendências de moda e ao consumismo

         Compreender como padrões são construções sociais e devem ser entendidos conforme contexto histórico e social no qual são reproduzidos

         Apresentar e estimular o desenvolvimento de alternativas para as formas de consumo que se apresentem como nocivas

 

Atividades da aula

         Apresentação do conceito de Trabalho Precarizado

         Apresentação das relações entre o trabalho escravo moderno e a indústria fashion:

         Estudo de casos internacionais - Nike, Zara, Wal-Mart e Primark

Atividade (com duração aproximada de 30 minutos): Os alunos devem dividir-se em grupos e pesquisar, em seus smartphones, reportagens sobre os casos acima, apresentando-os para a turma (imagens sobre cada caso serão separadas previamente pela professora e projetadas no momento de cada apresentação)

         Mini Cine Debate com trechos da série Sweatshop, na qual blogueiras de moda são levadas para o Camboja para trabalharem na indústria precarizada de produção de roupas

         Apresentação, com uso de imagens e projeção de slides, de novas ou crescentes tendências de consumo na moda contemporânea:

         Moda genderless

         Mercado plus size

         Sustentabilidade

         Trocas e Brechós pela internet

         Economia Criativa e o movimento “Compro de quem faz”

 

 

 

 

 

 

« volta